.. Filhotes Persa e Himalaia: Você pretende trabalhar a Cor Chocolate/Lilás? Então leia este artigo ***

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Você pretende trabalhar a Cor Chocolate/Lilás? Então leia este artigo

Muitos Criadores experientes sabem que pode levar anos para que se consiga atingir uma consistente qualidade das ninhadas. O acaso pode trazer alguns bebês de qualidade, mas em seguida verifica-se um retrocesso. Decepção, altos gastos financeiros, muito tempo de dedicação ao trabalho de melhorar cada vez mais o padrão estão frequentemente presentes até que o criador consiga ver um resultado consistente em seu trabalho. Apesar de altamente caro, o hobby de criar, cuidar, proteger e aprimorar estes seres de cores tão raras é muito gratificante. Mas se seu objetivo é colecionar rosetas em exposições, estas cores não são para você ou qualquer pessoa que não esteja compromissada com o seu melhoramento genético. Este hobby exige mais dedicação e investimento do que as outras cores e você poderá ficar decepcionado(a) ao descobrir com sua própria experiência o quanto é difícil tirar filhotes de excelente padrão nestas cores.
Antes de começar a criar , o ideal seria que a pessoa adquirisse um gato castrado de alto padrão a fim de levá-lo a exposições. Desta forma não fará altos investimentos de início e aquisições não acertadas e terá opotunidade de conhecer vários criadores , receber recomendações, aprender com cada julgamento e adquirir prática em preparar um gato para exposição.
Antes de começar uma criação pesquise bastante. leia o máximo possível sobre genética felina, acasalamentos e sobre a raça. Lembre-se : Criar de forma responsável não é um meio de fazer dinheiro. Por outro lado, é um hobby muito caro e você terá que trabalhar para mantê-lo.
  • Chocolate é um gene de mutação da cor preta e lilás é a sua diluição, assim como azul é a diluição da cor preta. Então chocolate está para a cor preta assim como lilás está para a cor azul. 
  • O mais importante em um gato é o seu padrão e não a cor.Tenho visto criadores inexperientes e deslumbrados pagar caro em um gato chocolate ou lilás  com padrão pobre. Antes um preto com características de Grande Campeão do que um chocolate com orelhas altas , bochechas fracas, estrutura fraca  ou olhos amendoados e pequenos. Meu conselho: tentem impressionar pelo padrão e não pela cor. Criador que sabe reconhecer um bom gato jamais vai admirar um chocolate ou lilás que tem vários pontos fracos. Antes de tudo vejam a linhagem que carrega e o que tem saído dessas linhagens.Ex: vários irmãos GC de ninhadas anteriores, pais GC,  avós...Ou seja, atenham-se mais ao genótipo do que à cor.
Agora falando sobre a genética da cor- Infelizmente tenho visto inúmeros "criadores" oferecendo filhotes chocolate ou lilás que na verdade são pretos ou azuis . Aproveitam-se da ignorancia dos compradores, sejam eles leigos ou criadores inexperientes, para embolsar uma grana a mais. Pois por serem mais raras e difíceis de trabalhar, estas cores são mais caras.
Ainda existem os "espertinhos" que registram gatos pretos e azuis como chocolate ou lilás e vendem seus filhotes como se fossem portadores do gene para a cor. Meu conselho neste caso é o seguinte: exijam que o criador coloque em contrato a cor e dê garantias, seja para o caso de ser visual ou para o caso de ser portador do gene. Ao receber o gato, envie material para teste de DNA. Colocarei mais adiante sites de alguns laboratórios que testam.
Outros ainda têm a cara de pau de anunciar netos de chocolate como portadores do gene sem haverem testado o filhote por DNA. Em muitos casos nem sabem se ambos  pais carregam o gene, pois nunca tiraram um único visual deles nem fizeram exames de DNA.  O fato de existirem lilases ou chocolates no pedigree não significa que os filhotes tenham herdado o gene. Pedigree atesta a pureza da raça e linhagens que deram origem ao animal, mas não é atestado de genética para cores ou marcações. E não esqueça que o gen da cor choco/lilás é recessivo e se dilui facilmente através das gerações..
Se o criador tem  um macho e uma fêmea que não são visuais(i.é. não são chocolate ou lilas) mas comprovadamente carregam o gene, 25% dos filhotes desta cruza serão visuais, 50%  herdarão o gene mas não apresentarão a cor e 25% não herdarão o gene e portanto jamais terão filhotes chocolates ou lilases. Então o fato de haver nascido algum filhote visual em uma ninhada não significa que seus irmãos de outras cores carreguem o gene. Só o teste de DNA pode afirmar isso.
O único caso em que não há necessidade de testar filhotes não visuais para a cor, é quando um dos pais é chocolate ou lilás, pois filhotes de visuais sempre herdarão o gene da cor. Mas aí entra a idoneidade de quem está vendendo, pois há gente afirmando que o pai ou a mãe são chocolate/lilás  e na verdade não são. Por isso, se está comprando um filhote por causa da cor, exija garantia em contrato. Não sinta vergonha de exigir um direito que é seu.  Se o criador estiver falando a verdade, não se importará em colocar garantias em contrato. Caso o criador se mostre ofendido, desista.  Ele não é confiável, por mais que pareça. 
Veja abaixo a tabela que adaptei . Marque as cores dos pais e veja as cores possíveis dos filhotes.
 http://www.animalsdna.com/web/page/feline
 
Vermelho Geneticamente Chocolate :

O alelo da cor laranja O e o alelo de supressão da cor laranja o são encontrados unicamente no cromossomo X e portanto encontrado em machos como um único O ou o e em fêmeas como OO ou oo. Como machos possuem apenas um gene para a cor vermelha, não pode haver macho tortie.
Um grupo contendo torties ou calicos possui ambos alelos: O e o, que são encontrados apenas no cromossomo X. Portanto calicos e torties são fêmeas(XX) ou hemafroditas(XXY), que podem ser torties por possuirem 2 cromossomos X, mas são em sua maioria estéreis.Apesar de apresentarem genitália masculina são taambém fêmeas não desenvolvidas e podem possuir testículos e ovários concomitantemente, mas sem função.
Nas fêmeas existe um par homólogo - um gen em cada cromossomo X. Estes 2 genes atuam juntos havendo um efeito dominante. Se a fêmea for homozigota para não laranja (oo) todas as cores serão visíveis. Mas se ela for homozigota para laranja (OO) todas as cores serão convertidas ao laranja. Já quando ela for heterozigota para laranja ( Oo) será tortie ou cálico, pois algumas células conterão O e outras o - as áreas da pelagem determinadas pelas células O serão laranja, as determinadas pelas células o serão de outra coloração(preto, azul, chocolate ou lilás)
No caso de ninhada proveniente de um macho vermelho e uma fêmea tortie temos o seguinte:
O gene produtor da cor laranja fica localizado em posição adjacente ao centrômero e é frequentemente danificado durante a meiose. Este dano tende a transformar o gen laranja O para não laranja o diminuindo a possiblididade de fêmeas de cor laranja para 9%: 49% não serão laranja, 42% serão torties e apenas 9% serão laranja. Já quanto aos machos 70% não serão laranja e 30% serão laranja. Este é o motivo pelo qual vemos muitos machos vermelhos e poucas fêmeas desta cor.
Como o gen produtor da cor laranja OO também mascara o alelo não agouti "a" , vermelho e creme sólidos são visualmente idênticos aos vermelhos e cremes tabbies.Por isso não encontramos gatos vermelhos sólidos, mas apenas os que carregam o gene agouti terão filhotes tabbies ou lynx no caso dos ponteados.
As expressões de cor produzem 8 cores básicas de pelagem : vermelho. creme, preto, azul, chocolate, lilás, canela, fawn. O chocolate/lilás e canela/fawn são os mais raros por serem recessivos e por isso mais valorizados.
Note-se ainda, e é aqui que eu queria chegar, que vermelho e creme domina qualquer cor real (preto, azul, chocolate, lilás, canela, fawn). A pelagem pode apresentar-se vermelha seja qual for o gen(preto,chocolate ou canela), pois a cor é mascarada pelo vermelho O
Por isso um macho vermelho geneticamente chocolate ao cruzar com uma fêmea chocolate jamais produzirá filhotes pretos ou azuis e sim chocolates e lilases(no caso de ambos carregarem diluição). Ao cruzar com uma fêmea preta ou azul que não carregue genética para chocolate, gerará 100% de filhotes carregando gene para chocolate. ele é um chocolate mascarado pela cor vermelha. Deve ser registrado como vermelho, apresentado em exposições como vermelho mas geneticamente se comportará como chocolate ou lilás no caso de carregar diluição ou ser da cor creme (diluição do vermelho)
Em uma comparação meio grosseira  eu diria que seria como no caso do branco (falarei sobre este gene em outra ocasião)que esconde também uma cor(preto,azul,chocolate,lilás) com a diferença que o vermelho está ligado ao sexo e o branco não, comportando-se de igual forma tanto em machos quanto em fêmeas, bastando que um dos pais apresente branco.
      Postado por Célia Duque (respeite os créditos)

Nenhum comentário:

Tabela

Defina a Cor Dos Pais Para Saber As Possibilidades De Cores Dos Filhotes

/>

 

ColorCarried Genes Other GenesGenotype
Sire:
Tabby
Chocolate
Dilute
Homozygous Tabby
Dam:
Tabby
Tortie
Chocolate
Dilute
Homozygous Tabby


Os Filhotes Terão As Seguintes Cores:

MaleFemaleMaleFemale
Black Brown Tabby
Blue Blue Tabby
Chocolate Chocolate Tabby
Lilac Lilac Tabby
Red Red Tabby
Cream Cream Tabby
Black-Tortie Black-Tortie Tabby
Blue-Cream Blue-Cream Tabby
Chocolate-Tortie Chocolate-Tortie Tabby
Lilac-Cream Lilac-Cream Tabby

Proibida a Cópia e Reprodução- Adaptado por Célia Duque (gatillucaslove@gmail.com)

TRY

Defina a Cor Dos Pais Para Saber As Possibilidades De Cores Dos Filhotes

ColorCarried GenesOther GenesGenotype
Sire:
Tabby
Chocolate Dilute Homozygous Tabby
Dam:
Tabby Tortie
Chocolate Dilute Homozygous Tabby
Os Filhotes Terão As Seguintes Cores:
MaleFemale MaleFemale
BlackBrown Tabby
Blue Blue Tabby
Chocolate Chocolate Tabby
LilacLilac Tabby
RedRed Tabby
Cream Cream Tabby
Black-Tortie Black-Tortie Tabby
Blue-Cream Blue-Cream Tabby
Chocolate-Tortie Chocolate-Tortie Tabby
Lilac-Cream Lilac-Cream Tabby

Proibida a Cópia e Reprodução- Adaptado por Célia Duque (gatillucaslove@gmail.com)